Perturbações Cognitivas na Sala de Aula e Estratégias para lidar

Cartaz_Perturbações_Maio-848x1200O estudo da aprendizagem une a Educação e a Neurociência. A Neurociência, pelo seu lado investiga os processos pelos quais o cérebro aprende e relembra, o foco tem sido na capacidade de aprendizagem e memória a uma grande variedade
de níveis. Compreender os mecanismos que estão por detrás da capacidade neuronal de comunicação através da sinapse é importante para compreendermos o processo de aprendizagem, mas também o é a examinação das funções de estruturas específicas do cérebro. Os neurónios transmitem informação via sinais elétricos, que passam de célula em célula acionando a descarga de neurotransmissores (mensageiros químicos).

É hoje possível estudar os efeitos de varias medicações no funcionamento cognitivo, por exemplo o metilfenidato (Ritalina®), uma medicação frequentemente prescrita para crianças com PHDA (Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção), revelou-se eficaz no melhoramento do reconhecimento de estímulos atencionais, auditivos e visuais (Seifert etal.,2003). Estudos com o recurso a neuroimagem (fMRI) também oferecem o potencial de estudar os efeitos de diferentes dietas, aditivos e potenciais toxinas na performance cognitiva.
A neurociência dá agora os primeiros passos na descoberta do ensino e a sua adequação ao funcionamento cerebral.

Objetivos Gerais:

  • Desenvolver um espírito crítico face ao tema;
  • Analisar os diferentes conceitos à luz da neurociencia e compreender a sua aplicação em contextos específicos;
  • Promover o contacto com casos práticos, capazes de articular conceitos e prática.

Objetivos Especificos:

  • Identificar as competências parentais no processo de Ensino-aprendizagem
  • Aquisição de estratégias de como estimular o Alto Rendimento Académico
  • Compreender as diferentes Estratégias para intervenção em crianças com Dificuldades de Aprendizagem

Metodologia de ensino:

O programa adotará, predominantemente, uma metodologia ativa, partindo da exploração de situações reais e aplicando exercícios práticos e simulações, aos contextos vivenciados pelos participantes.

O curso irá decorrer num formato presencial, visando dois tópicos de conteúdos mais teóricos e de enquadramento, com cruzamento de cases reais, num todo de 12horas. Visando durante 4horas em formato laboratório criar situações-problemas, explorar pontos de vista e experimentar técnicas e ferramentas

 

Conteúdos programáticos:

  • AS COMPETÊNCIAS PARENTAIS NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM
    Educar e instruir são a mesma coisa?
  • O QUE É ESTIMULAR O ALTO RENDIMENTO ACADÉMICO?
    A pedagogia ativa versus a pedagogia passiva 7
  • NEUROEDUCAÇÃO NA PRÁTICA LETIVA
    Diferentes formas de aprender
  • ESTRATÉGIAS DE EDUCAÇÃO COGNITVA
  • ESTRATÉGIAS DE PEDAGOGIA ATIVA
  • ESTRATÉGIAS NA INTERVENÇÃO COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

 

Inscrições aqui 

Anúncios